Município de Alijó


União de Freguesias de Carlão e Amieiro

União de Freguesias de Carlão e Amieiro
União de Freguesias de Carlão e Amieiro no Google Maps

União das Freguesias de Carlão e Amieiro

Carlão
Situada na parte Noroeste do Concelho, Carlão tem um remoto povoamento com provas claras nos vestígios arqueológicos. Do Neolítico e Idade do Bronze, as pinturas rupestres da Pala Pinta, um dos três espaços com estas características em todo o país, fazem disso prova. Pelos romanos, por volta do século III d.C., foram deixadas calçadas e uma ponte.
Com dois rios a banhar os seus limites, o Tinhela que a separa do Concelho de Murça e o Tua que a separa do Concelho de Carrazeda de Ansiães, “Carlon” terá sido o onomástico medieval que deu origem ao antropónimo atual.
Possui umas termas com águas sulfúreas sódicas ou primitivas com excelentes propriedades para cura de doenças da pele, reumatismo, entre outras.
Faz parte desde o início ao Concelho de Alijó.
O seu Património Cultural remonta à pré-história. A Pala Pinta, descoberta por um arqueólogo local em 1921, é um abrigo rupestre com pinturas constituído por uma espessa lapa de granito com cerca de doze metros de comprimento e dois metros e meio de altura máxima. Sob a pala identificam-se dois paneis com pinturas monocromáticas, a ocre, representando motivos de forma radiada (solares?, astrais?), pontilhados e figurações que poderão ser interpretadas como estilizações antropomórficas. A sua feitura deve ter acontecido no terceiro milénio antes de Cristo.
No castro do Castelo, situado na Serra de Carlão, existe outro vestígio da sua secular povoação, também foram descobertas algumas pinturas rupestres.
A igreja paroquial é um templo do século XVIII e destaca-se por conservar no seu espólio uma sagrada custódia setecentista, uma imagem de Teixeira Lopes, representando Jesus Cristo crucificado. Com três altares, o do Santíssimo Sacramento, o de Nossa Senhora do Rosário e o de S. Sebastião.
Capela de Nossa Senhora dos Remédios edificada no local onde existiu um povoado castrejo, a capela do Povo, no lugar de Casas da Serra, construída no século XVIII pelo fidalgo Mesquita com estilo renascentista, está hoje em ruína total.
O orago de Carlão é Santa Águeda que tem uma festa em sua honra a 05 de Fevereiro. As outras festas e romarias realizam-se no primeiro domingo de maio em honra a Santa Bárbara e no terceiro domingo de Agosto em honra a Nossa Senhora dos Remédios.


Amieiro
O Amieiro foi, ao que parece, uma freguesia fundadora do Concelho de Alijó, em 1226. Situa-se a 13 Km para nascente, na margem direita do rio Tua.
A palavra Amieiro liga-se sobretudo às culturas agrícolas: provém da árvore do mesmo nome, características das margens dos rios ou das terras húmidas.
Trata-se de uma aldeia granítica que se estende em cascata na encosta do Monte da Cunha. É particularmente impressionante a paisagem vista da Estação de Caminho de Ferro de Santa Luzia porque o relevo do terreno e a mistura de cores proporcionada pelas laranjeiras, sobreiros, vinhas, pinheiros e castanheiros, constitui, em certas alturas do ano, um espetáculo que em poucos lugares se vê.
As pessoas são acolhedoras, dinâmicas e muito devotas de Santa Luzia, a sua padroeira. Deste modo, a festa em sua honra (último fim-de-semana do mês de julho de cada ano), é um dos mais significativos elementos de união e convívio entre todos os Amieirenses.
Por outro lado, o Grupo Recreativo do Amieiro publicou ininterruptamente durante uma década, com uma tiragem média mensal de 600 exemplares, o jornal “A Voz do Amieiro” até hoje único no nosso concelho e prestigiado no distrito.
 Embora esta associação suspendesse a atividade jornalística por motivos que têm portanto a ver com o despovoamento do Interior do país, todas as estruturas então criadas se encontram operacionais.
A economia local tem muito a ver com o ambiente físico: a “altura” dos montes e a “profundidade” das águas do rio Tua, proporcionam aos terrenos uma boa exposição ao sol e protegem-nos do vento norte.
Assim se gera um microclima verdadeiramente propício ao cultivo de produtos temporãos que abastecem os mercados regionais.
Ainda sobre este assunto, as pessoas dizem que a quinta do Barrabaz rotulou e exportou para o Brasil o primeiro vinho tratado na região do Douro.
Quanto ao património cultural, refere-se a Igreja Matriz, equipada com um carrilhão de oito potentes sinos, único no Norte do país e é uma réplica ao do Santuário de Fátima.
Depois, a capela secular de Nossa Senhora da Conceição, o Teleférico artesanal sobre o rio Tua, a via Romana, a fonte de Santo António, os fontanários, os moinhos de rodízio, as minas de água, os fornos de secar os figos, as alminhas, o Nicho de Santa Teresa, os lagares artesanais de azeite e vinho e a estátua do ilustre benemérito Amieirense, Sr. José Maria Teixeira da Rocha, a quem o concelho de Alijó muito deve.
Considerando tudo, o Amieiro é um verdadeiro “Oásis Transmontano” (a expressão é de quem nos visita), porque tem potencialidades turísticas excecionais.

As principais culturas da União de Freguesias de Carlão e Amieiro: a vinha, o olival, a batata, a amêndoa e os famosos figos secos, pratos com peixes do rio Tua, presunto, chouriço.

Artesanato: Ferraria, fiação de lã, bordados, miniaturas em madeira e pinturas a óleo.

Povoações da União de Freguesias de Carlão e Amieiro: Carlão, Casas da Serra, Franzilhal e Amieiro

Artesanato: Ferraria, fiação de lã, bordados, miniaturas em madeira e pinturas a óleo.

Coletividades: Grupo Desportivo de Carlão, Centro Social e Cultural de Carlão, Rancho Folclórico, Banda de Música de Carlão.

Presidente: Sónia Cristina Cardoso Quintas Pinheiro

Sede da Freguesia:

Rua do Fundo do Povo
5070-025 Carlão
Tel: 259 658 007
Fax: 259 658 007
e-mail:  jfcarlao@cm-alijo.pt

Coordenadas GPS da Freguesia:

GPS:  +41° 19' 2.34", -7° 24' 38.48"

Horário de funcionamento:

Quartas-Feiras: 20.00h - 21.30h

Informações Úteis:

Nome da Freguesia:
Carlão
Nº de Habitantes: 800
Distância a Alijó: 14Km
Área: 3290 ha
Povoações: Carlão, Casas da Serra, Franzilhal, Amieiro 



* Boletim Municipal Digital

Fique a par de todas as nossas novidades em primeiro lugar. Subscreva já o nosso Boletim Municipal Digital.

 

RPGN

A RPGN é um incentivo à empregabilidade dos jovens

PDR2020

PDR2020

SOS Vespa

SOS-VESPA

NetEmprego

NETEMPREGO

Comércio investe

Comércio investe
QREN